Total visualizações de páginas, desde Maio 2008 (Fonte: Blogger)

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

P- 137 Camarada de armas da CART 3494 precisa do nosso apoio!

De: Antonio Espadinha Carda, ex. Fur. Mil. da CART 3494 [antonio.e.carda@gmail.com]
Enviada: quarta-feira, 11 de Janeiro de 2012 20:00
Para: Sousa de Castro
Assunto: pedido de esclarecimento



Amigo Sousa de Castro espero que tudo esteja bem contigo.
Recebi hoje uma chamada telefónica da liga dos combatentes (sr. Girão) a pedir-me esclarecimentos sobre um camarada nosso (Mário Rodrigues Da Silva Nascimento) que se encontra na rua e que só sabe dizer que pertenceu à companhia 3494 e que esteve no Xime, que foi ferido e evacuado para Bissau, uma assistente social que tem falado com ele, pediu ajuda à liga dos combatentes, que está a tentar resolver e ajudar o nosso camaradas de armas.
Como não me recordo deste camarada pensei que talvez tu saibas alguma coisa ou tenhas possibilidade de tentares saber.
Se quiseres entrar em contacto com o sr. Girão é o seguinte telemóvel 919662820.
Dá notícias quer saibas ou não de algum dado.


Um grande abraço,

António Espadinha Carda

 
No dia 12 de Janeiro de 2012 14:34, Sousa de Castro <sousadecastro@gmail.com> ex. 1º cabo radiotelegrafista, escreveu:


Caro amigo e camarada de armas,

Antes demais agradeço teu contacto. 
Em relação ao nosso companheiro, Mário Rodrigues da Silva do Nascimento, NM 142773/71, não me recordo mesmo nada dele, julgo nunca ter participado nos convívios realizados, a única indicação de que disponho é de uma cópia da relação do pessoal da CART 3494 passada pelo RAP-2  onde diz aquando da sua mobilização, tinha como morada em: Mário Rodrigues da Silva (não indica do Nascimento), Bizo – S. Julião, Figueira da Foz, a morada actualizada é:  Rua do Viso, 48  3080-181 FIGUEIRA DA FOZ o que pressupõe ser o mesmo local.  Para além disso, recebi informação do ex. Alf. Mil. Serradas Pereira, CMDT do 4º GC da CART 3494 que o nosso amigo Nascimento, foi um dos dois feridos graves no dia 01 de Dezembro de 1972. quando este GC foi emboscado na "PONTA COLI", XIME. Tendo este GC sido louvado pelo Exmo CMDT Militar em 27FEV73.

- Na História da Unidade BART 3873 (NA GUERRA CONSTRUINDO A PAZ)) que engloba as CCS, CART 3492, CART 3493 e CART 3494.

Página 90: Dezembro de 1972 Diz:

d) Sub-Sector do Xime

Armas capturadas ao "IN" 01DEC72
- Em 010730 o grupo especial de «Bazookas» de COLUNA DA COSTA e o bigrupo de MAMADU TURÈ e PANA DJATA emboscaram na PTA COLI o 4º Gr Comb da CART 3494 que garantia a segurança ao tráfego da estrada XIME/BAMBADINCA. A emboscada foi conjugada com o accionamento de 02 minas comandadas à distância. As NT sofreram 02 feridos graves e os guerrilheiros 02 capturadas, perdendo 01 pistola, 01 espingarda automática, 01 L.G. Fo. e 02 granadas de origem soviética. É a segunda acção deste tipo que se desencadeia no lugar (a primeira verificou-se em 22ABR72), desde que o BART 3873 iniciou a comissão. (...)

Agradeço no entanto info da evolução deste triste caso. Temos de fazer qualquer coisa para minimizar o seu sofrimento.


Um abraço,

Sousa de Castro

  
No dia 12 de Janeiro de 2012, 15,25 Jorge Alves Araújo [joalvesaraujo@gmail.com] ex. Fur. Mil. da CART 3494 escreveu:

Caríssimos camaradas,



Face à informação que tiveram a amabilidade de me enviar, de facto não podemos ficar indiferentes a mais uma degradante situação da condição humana, neste tempo que alguns intelectuais ousam considerar de "pós-modernidade". Estamos perante mais um caso que dói ... e muito!



Porque esta notícia me chocou profundamente, não hesitei em contactar com o Sr. Girão (ele reside em Coimbra) tentando saber em que rua e localidade o Mário de Nascimento se encontra. Foi-me dito que ele é "um sem abrigo" e que vagueia pelas ruas da Figueira da Foz.



Curiosamente, a rua do Viso que era (é) a morada constante nos registos anteriores é precisamente a rua onde os meus avós tinham uma casa, e que eu conheço muito bem dos tempos de criança, pois era lá que passava as férias escolares de outrora.

Quando tiver mais notícias, tomarei a iniciativa de vos trazer informados.


Um grande abraço,



Jorge Araújo.  
Nota do editor: É mais um de muitos casos, de pessoas, que por qualquer razão que a razão desconhece, escolheram a rua para viver. É o drama de um camarada de armas, da CART 3494 que lutou na Guerra Colonial na Guiné, dando o seu melhor pela Pátria, foi ferido em combate e que as vicissitudes da vida o levaram a vaguear e a viver na rua (sem abrigo), na Figueira da Foz. Apelamos a todos os organismos sociais que dentro do possível prestem apoio não só a este camarada de armas, como a todos os sem abrigo.
SC 


João Pereira da Costa da CCS do Bart 2857 Guiné

Em 12JAN2012 comentou esta notícia no Facebbok com o seguinte teor:
Caro Antonio Castro o sr. Girão é o Fur. sapador, Soles Girão do meu batalhão pois já consegui conferir o numero, é deficiente das Forças Armadas e pertence à Direcção de Coimbra da Associação dos Deficientes das Forças Armadas. Não consigo perceber se já existe alguém a tratar do assunto ou foi uma mera informação do Soles Girão. 
Fur. Soles Girão é um dos que vem no livro dos 50 feridos de guerra. Ficou sem uma perna na Guiné. Alvitrei que alguém perto da Figueira deitasse a mão a esse nosso camarada. Não estou em condições fisicas e longe pois senão iria já falar com o Girão e com o homem. Se falarem com ele falem-me em mim.
Digam alguma coisa sobre a situação.
Meu telemóvel 96 896 46 57.
Amanha vou telefonar ao Girão. Vou perguntar porque a associação não se mexe e apoia o homem.

4 comentários:

Pereira da Costa disse...

ATENÇÃO PESSOAL.
ATRAVÉS DO NOSSO AMIGO E CAMARADA MÁRIO GUALTER JÁ SABEMOS MAIS ACERCA DO NOSSO AMIGO E CAMARADA DA CART 3494.
LOGO QUE SE SAIBA ONDE ELE IRÁ FICAR DEVEMOS DE O VISITAR. SERIA BOM ALGUÉM QUE TIVESSE CONVIVIDO COM ELE.

------------------------------​------------------------------​------------------------------​--
Caro Pereira da Costa

Bom dia

Li a tua mensagem que me deixaste no Mural sobre o nosso camarada Sem abrigo na Figueira da Foz............

Fiz uns telefonemas e já fui informado que ocaso já foi referenciado e está a ser tratado pelos Serviços Sociais da Camara da Figueira da Foz e por intermédio da Assistente Social estão a tentar colocá-lo num lar da região...... Pessoalmente julgo não ser dificil porque segundo fui também informado o mesmo é reformado da Caixa de Aposentações.......

Mais alguma coisa que necessites estou ao dispor.

Um abraço

Mário Pinto

CART 3494 - Xime e Mansambo DEC71/ABR74 & camaradas da Guiné disse...

Obrigado camarigo Pereira da Costa,
Este nosso amigo, eu, não me recordo mesmo nada dele, de referir que ele foi um de dois feridos graves em combate(apanhou com minas comandadas à distância) no dia 01 de Dezembro de 1972 foi evacuado para Bissau, não mais apareceu na companhia, supostamente terminou aí a sua comissão de serviço.

Um abraço,
Sousa de Castro

CART 3494 - Xime e Mansambo DEC71/ABR74 & camaradas da Guiné disse...

O nosso Cap,Hoje Coronel na reforma António José Pereira da Costa, deixou o seguinte comentário:

Camaradas.
Lamento o sucedido. Os sem-abrigo são cada vez mais e não sei que se faça para reduzir o seu número.
Não me recordo do Nascimento e parece-me que seria bom que a Liga (a nível local) tentasse saber se há alguma ligação do estado dele com o serviço militar. Será uma área a explorar agora que o processo de revisão de processos se simplificou.
Um Alfa Bravo
António Costa

CART 3494 - Xime e Mansambo DEC71/ABR74 & camaradas da Guiné disse...

O ex. Fur. Mil. da CART 3494, Jorge Alves Araújo Comentou:

Caríssimos camaradas,

Face à informação que tiveram a amabilidade de me enviar, de facto não podemos ficar indiferentes a mais uma degradante situação da condição humana, neste tempo que alguns intelectuais ousam considerar de "pós-modernidade". Estamos perante mais um caso que dói ... e muito!

Porque esta notícia me chocou profundamente, não hesitei em contactar com o Sr. Girão (ele reside em Coimbra) tentando saber em que rua e localidade o Nascimento se encontra. Foi-me dito que ele é "um sem abrigo" e que vagueia pelas ruas da Figueira da Foz.

Curiosamente, a rua do Viso que era (é) a morada constante nos registos anteriores é precisamente a rua onde os meus avós tinham uma casa, e que eu conheço muito bem dos tempos de criança, pois era lá que passava as férias escolares de outrora.

Quando tiver mais notícias, tomarei a iniciativa de vos trazer informados.

Um grande abraço,

Jorge Araújo.