Total visualizações de páginas, desde Maio 2008 (Fonte: Blogger)

terça-feira, 1 de outubro de 2013

P189 Manuel da Costa Pereira ex. Capelão do BART 3873 de 71 anos sequestrado em assalto à casa paroquial

Padre de Viana do Castelo assaltado com violência dentro de casa durante a madrugada 


 25SET2013

http://portocanal.sapo.pt/noticia/8022/


Ex. capelão BART 3873 Costa Pereira
1. Um padre de Viana do Castelo foi assaltado com violência hoje, de madrugada, no interior da residência, entregando cerca de 5.000 euros, num caso já em investigação pela Polícia Judiciária.
Fonte daquela força policial confirmou à Lusa que estão a decorrer "diligências" no terreno, tendo em conta que o assalto terá sido perpetrado por três homens encapuçados munidos com pelo menos uma arma de fogo.
Tudo aconteceu na casa paroquial de Mujães, freguesia do concelho de Viana do Castelo, entre as 00:00 e as 02:00 de hoje, conforme relatou o pároco Manuel da Costa Pereira, de 72 anos.
"Acho que entraram pela parte de baixo da casa, talvez arrombando a porta, e como não encontraram dinheiro foram-me buscar à cama para lhes dar a chave do cofre. Arrastaram-me, ameaçaram-me e ainda me deram uma bofetada na cara", disse.
Acrescentou que os assaltantes acabaram por fugir com cerca de 5.000 euros em dinheiro, entre verbas do próprio padre e da paróquia, que estavam guardadas em diferentes locais daquela residência, inaugurada no último verão.
"Era dinheiro de contas que ainda tinha de fazer com a diocese, de causas sociais e outros apoios ou serviços", admitiu ainda.
Antes de se colocarem em fuga, os três assaltantes amarraram o sacerdote com gravatas que encontraram na residência. "Ao fim de alguns minutos, consegui soltar-me e pedi ajuda. Mas tive muito medo, porque eles ameaçaram-me com a arma", confessou Manuel Pereira.

A GNR foi chamada ao local perto das 02:00, tendo a investigação transitado para a Polícia Judiciária.

Fonte: "PORTO CANAL"


2. Comentário na Tabanca Grande em 03OUT2013

Luís Graça disse...
Camarada Sousa de Castro, grã-tabanqueiro nº 2, transmite ao teu vizinho, nosso camarada e ex-capelão do teu batalhão, o BART 3873 ( Bambadinca dez 1971/ abr1974), o padre Manuel da Costa Pereira, as minhas ,as nossas, mais vivas palavras de repulso por esse cobarde ato de violência de que ele foi vítima e que, esperamos bem!, não ficará impune! 


... Transmite também mais as nossas mais calorosas e fraternas palavras de solidariedade e camaradagem... traz, também, o teu capelão até nós, até à Tabanca Grande, para que ele se sinta ainda mais próximos de nós. Arranja-nos o enderaço de correio eletrónico, para lhe podermos transmitir as nossas mensagens. Obrigado pelo alerta!.

3. Sousa de Castro em 04OUT2013


Camarada Luís Graça, acabei mesmo agora de falar ao telefone com o capelão do BART 3873, onde lhe transmiti as mais fraternas palavras de solidariedade dos camaradas da Guiné, pedindo-lhe o endereço eletrónico o qual se prontificou a fazê-lo que é: 

Manuel Martins da Costa Pereira 


 Tel. 258 971 112 ou 258 971 505

Vd. post.: http://cart3494guine.blogspot.pt/2013/07/p183-convivios-combatentes-do-ultramar.html



4 comentários:

Anónimo disse...

Castro vamos defender e vingar o nosso Pároco Capelão do nosso Batalhão já"-Este Senhor Padre verenou por nós enquanto estávamos a defender a nossa Pátria,não podemos como defensores da Pátria deixar o nosso Padre Capelão à deriva desses assaltantes e foras da lei,vamos criar entre os nossos companheiros do nosso Batalhão uma Força de intervenção Rápida e com sucesso nesta operação para deter estes saqueadores e assaltantes!!Isto é da Joana ou lá o que é??Uma resposta imediata e com estratégia para esta operação"-Temos que nos mobilizar e fazer como as Milícias??

Alcindo Silva (Cindinho)

Anónimo disse...

Esses cubardes não têm temor de DEUS! Há que capturar esses bandidos. Um abraço.

Ricardo Teixeira

Anónimo disse...

Não muito que se possa fazer.
Os ladrões estão por toda a parte e agora será difíil dar-lhes caça.
Pode ser que as pessoas qiue moram perto possam dar umas pistas.
Entretanto há um por menor: a casa paroquial tinha sido inaugurada há pouco tempo e quem lá foi conhecia a casa.
Um abraço
António Costa

Anónimo disse...

Camarada Sousa de Castro, grã-tabanqueiro nº 2, transmite ao teu vizinho, nosso camarada e ex-capelão do teu batalhão, o BART 3873 ( Bambadinca dez 1971/ abr1974), o padre Manuel da Costa Pereira, as minhas ,as nossas, mais vivas palavras de repulso por esse cobarde ato de violência de que ele foi vítima e que, esperamos bem!, não ficará impune!

... Transmite também mais as nossas mais calorosas e fraternas palavras de solidariedade e camaradagem... traz, também, o teu capelão até nós, até à Tabanca Grande, para que ele se sinta ainda mais próximos de nós. Arranja-nos o enderaço de correio eletrónico, para lhe podermos transmitir as nossas mensagens. Obrigado pelo alerta!.

Luís Graça