Total visualizações de páginas, desde Maio 2008 (Fonte: Blogger)

Calcule seu Peso Ideal
Sexo: M F
Sua altura: m
Segure seu punho com o indicador e o polegar da outra mão. Seus dedos se tocam?
Não Sim, justos Sim, e sobram

quinta-feira, 22 de abril de 2010

P-66 - 50 PESOS, MANGA DE PATACÃO (MUITO DINHEIRO)

Do blogue com mais de quatrocentos membros inscritos, 1.6 milhões de visitas desde Abril de 2004, um milhão desde Outubro de 2007 relacionado com a Guerra Colonial na Guiné, está a comemorar 6 anos de actividade «Luís Graça e Camaradas da Guiné» http://blogueforanadaevaotres.blogspot.com/ , repesquei uma das primeiras mensagens que enviei   transcrito abaixo:

Olá amigos!

Quero dizer-vos que no meu tempo (1972/74) não era muito diferente: os preços que se praticavam eram mais ou menos os mesmos.


Cópia de nota de 50 escudos (pesos) da Guiné. Frente. Imagem gentilmente enviada à nossa tertúlia pelo Castro.

© Sousa de Castro (2005)



Puxando um pouco pela memória, eu como 1º cabo radiotelegrafista ganhava 1.500$00, sendo 1.200$00 por ser 1º cabo e mais 300$00, de prémio de especialidade.

A dita queca (acto sexual com prostituta), se a memória não me trai, creio que era assim: Para os soldados cinquenta pesos; para os cabos sessenta pesos; a partir daqui não me lembro quanto pagavam os mais graduados... Quanto às cabo-verdianas, a coisa era de facto mais cara, em final de comissão pagava-se entre cento e cinquenta ou duzentos pesos, isto em Fevereiro de 1974.

Recordo que, com um peso, comprava quatro ou cinco bananas. Os uísques novos como o Johnnie Walker (cavalo branco) e outros custavam, em 1972/74, cinquenta pesos; o Dimple 100 pesos; o Old Parr 150 pesos; e havia o Monks, a 250 pesos.

Cópia de nota de 5o escudos (pesos) da Guiné. Verso. Imagem gentilmente oferecida à nossa tertúlia de ex-combatentes da guerra colonial (com destaque para a Guiné) pelo nosso amigo Castro.

© Sousa de Castro (2005)


Julgo serem estes os preços daquela altura, alguém que me corrija. Por lavar a roupa, como cabo pagava 60 pesos e recordo que paguei 1 peso para me consolar a apalpar as mamas a uma mulher grande (isto é, casada) (Ainda hoje recordo aquelas mamas firmes e volumosas! ...).

Sousa de Castro
 http://cart3494guine.blogspot.com/2009/08/p-38-uma-nota-de-cinquenta-pesos.html

Sem comentários: