Total visualizações de páginas, desde Maio 2008 (Fonte: Blogger)

Calcule seu Peso Ideal
Sexo: M F
Sua altura: m
Segure seu punho com o indicador e o polegar da outra mão. Seus dedos se tocam?
Não Sim, justos Sim, e sobram

sexta-feira, 27 de maio de 2011

P107 Apresentação de "Os Anos da Guerra Colonial" no dia 14 de Maio, 16,horas em Castelo Branco


NOTA DE IMPRENSA | QUIDNOVI
MAIO 2011



Apresentação de Os Anos da Guerra Colonial

e debate

14 de Maio, sábado, 16h, Cine-Teatro Avenida
CASTELO BRANCO


A editora QuidNovi anuncia e gostaria de o(a) convidar para a apresentação e debate do livro OS ANOS DA GUERRA COLONIAL, de Aniceto Afonso e Carlos Matos Gomes, a ter lugar no dia 14 de Maio, sábado, pelas 16h, no Cine-Teatro Avenida, em Castelo Branco.

Saber o que aconteceu durante os anos de 1961 a 1975, os anos em que a Guerra Colonial esteve no centro da nossa História, das nossas vidas. Saber o que aconteceu em cada um dos locais onde a guerra foi travada, nas “picadas” mais perigosas, nas “matas” do Norte de Angola e de Moçambique, nas “chanas” do Leste, nas “bolanhas” da Guiné, a bordo de navios e lanchas, de aviões e de helicópteros. Saber o que pensaram os homens que decidiram a guerra, que a conduziram, que a fizeram de ambos os lados. Mas pretendemos também Compreender. Compreender por que foi assim que os factos aconteceram, por que foram escolhidas estas soluções e não outras. Compreender as dúvidas dos homens que tiveram de decidir num momento o caminho a seguir e ajudar a perceber as consequências dessas decisões. É, pois, sobre o Saber mais e o Compreender melhor os anos da Guerra Colonial que trata esta obra.


Aniceto Afonso é coronel do Exército na situação de Reforma e nasceu em Vinhais em 1942. Fez os estudos secundários em Bragança e concluiu o curso de Artilharia da Academia Militar em 1963. Cumpriu comissões em Angola (1969-71) e em Moçambique (1973-75). Fez a licenciatura em História pela Faculdade de Letras de Lisboa em 1980 e o Mestrado em História Contemporânea de Portugal pela mesma Faculdade em 1990. Foi professor de História na Academia Militar de 1982 a 1985 e de 1999 a 2005. Foi director do Arquivo Histórico Militar (Lisboa) de 1993 a 2007, integrando vários grupos de trabalho e comissões relacionadas com os arquivos militares, a documentação e a História. Foi responsável pelo Arquivo da Defesa Nacional de 1996 a 2007. É membro da Comissão Portuguesa de História Militar e do Comité dos Arquivos da Comissão Internacional de História Militar, desde 1998; é investigador do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa e autor de várias obras.


Carlos de Matos Gomes é coronel do Exército, na situação de reserva e nasceu a 24 de Julho de 1946 em Vila Nova da Barquinha. Fez os estudos secundários no Colégio Nun’Álvares, de Tomar e o curso de Cavalaria da Academia Militar. Durante a guerra colonial cumpriu três comissões, em Moçambique, Angola e Guiné, nas tropas “Comando”. Foi ferido e condecorado. Foi auditor do Curso de Defesa Nacional, do Instituto de Defesa Nacional. Paralelamente à carreira militar desenvolveu desde 1983 uma continuada actividade literária, tendo escrito argumentos, romances e várias obras de cariz histórico.

QUIDNOVI
QN - Edição e Conteúdos S.A.
Praceta D. Nuno Álvares Pereira, 20 3ºCJ
4450-218 Matosinhos - Portugal
tel/fax: +351 22 938 81 55  quidnovi@quidnovi.pt
www.quidnovi.pt    
Para mais informações:
 Paula Almeida


Miguel Gonçalves

1 comentário:

Anónimo disse...

Depois de um certo tempo que sigo este blog e continuo captivado! Parabéns, espero que me captive ainda durante muito tempo, gosto!!!