Total visualizações de páginas, desde Maio 2008 (Fonte: Blogger)

Calcule seu Peso Ideal
Sexo: M F
Sua altura: m
Segure seu punho com o indicador e o polegar da outra mão. Seus dedos se tocam?
Não Sim, justos Sim, e sobram

domingo, 20 de dezembro de 2015

P-253 - BOM NATAL E UM ANO DE 2016 COM MUITA SAÚDE (Jorge Araújo)


Caríssimo Camarada Sousa de Castro

Os meus melhores cumprimentos.

Entre nada escrever e escrever alguma coisa sobre as quadras natalícias vividas pelo colectivo da CART 3494 durante a sua presença no CTIGuiné, optei naturalmente pela segunda hipótese, cumprindo assim a tradição iniciada em anos anteriores de recordar algumas dessas memórias.

Para enquadrar os votos de BOAS FESTAS, recuperei do baú quatro imagens ainda não publicadas, com destaque para as do Natal’1973 passado em Mansambo.

Que tenham um BOM NATAL e um melhor ANO de 2016.

Com um forte abraço de amizade.

Jorge Araújo.




GUINÉ
Jorge Alves Araújo, ex-Furriel Mil. Op. Esp./RANGER, CART 3494
(Xime-Mansambo, 1972/1974)
BOAS FESTAS
AO COLECTICO DA COMPANHIA DE ARTILHARIA 3494
- BOM NATAL E UM ANO DE 2016 COM MUITA SAÚDE -


  1. INTRODUÇÃO
- Memórias do passado que são presente – o NATAL
A primeira efeméride do contingente metropolitano da CART 3494, relacionada com a tradicional quadra natalícia, ocorreu há quarenta e quatro anos a bordo do N/M Niassa, durante a viagem iniciada em Lisboa, no Cais da Rocha, a 22 de Dezembro de 1971, rumo a Bissau, onde chegou seis dias depois. Em função do tempo contabilizado na missão ultramarina – cerca de vinte e oito meses – outras duas efemérides semelhantes constam no seu historial, a segunda no Xime, em 1972, e a terceira em Mansambo, em 1973. A propósito dessas reuniões de elevado simbolismo para todos nós, recordo com mais algumas imagens, recuperadas do baú de memórias, o último Natal da CART 3494 passado no mato, agora em Mansambo.
3.º NATAL –> 1973 = NO AQUARTELAMENTO DE MANSAMBO


Termino, enviando a todos os leitores assíduos deste blogue, uma MENSAGEM DE BOAS FESTAS, em particular aos camaradas Fantasmas do Xime, mui dignos ex-combatentes da CART 3494 nas matas da Guiné, nos já distantes anos de 1971 a 1974.
Ao camarada Sousa de Castro [o nosso Editor permanente] é-lhe devida uma palavra de agradecimento pela sua entrega continuada a este trabalho de nos trazer informados, ordenando as diferentes memórias que lhe chegam.

QUE TENHAM UM BOM NATAL E UM ANO DE 2016, MELHOR QUE O ANTERIOR, COM MUITA SAÚDE.

Com um forte abraço de amizade.
Jorge Araújo.
19DEC2015.


2 comentários:

Anónimo disse...

Olá caros amigos!
Muito obrigado.
Retribuo votos de Feliz Natal e que 2016 seja um ano generoso (com uma luzinha ao fundo do tunel ainda que bruxuleante) !
Um abraço natalício,
Benjamim Dias

PS: Adorei o baú de imagens do Jorge Araújo.
Abraço.

Anónimo disse...

Um Santo Natal e um Bom Ano Novo

Um abraço


Assunto: FESTAS FELIZES!

---------- *Natal é quando o homem quiser*


Tu que dormes a noite na calçada de relento
Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento
Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que dormes só no pesadelo do ciúme
Numa cama de raiva com lençóis feitos de lume
E sofres o Natal da solidão sem um queixume
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
Tu que inventas bonecas e comboios de luar
E mentes ao teu filho por não os poderes comprar
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher.


Poema de Ary dos Santos

António Bonito