Total visualizações de páginas, desde Maio 2008 (Fonte: Blogger)

Calcule seu Peso Ideal
Sexo: M F
Sua altura: m
Segure seu punho com o indicador e o polegar da outra mão. Seus dedos se tocam?
Não Sim, justos Sim, e sobram

quinta-feira, 31 de julho de 2014

P209 - HISTÓRIA DO SOLDADO CONDUTOR ALBERTO VIEIRA, DO ESQUADRÃO DE CHAIMITES EM BAFATÁ NOS ANOS 1973/74 QUE ERA APLIDADO DE “SACRISTÃO”

Da Tabanca de Matosinhos  reproduzo a história do soldado Alberto Vieira, com a devida vénia.


Há histórias que emocionam e esta é uma delas!

O Alberto Vieira fora soldado condutor, integrado no esquadrão de chaimites 8840, que esteve em Bafatá entre 73/74. Como assistia o Padre nas celebrações, era apelidado de "sacristão". Fez o 1º. Ciclo na Guiné e continuou os estudos na Metrópole, vindo a acabar o 3º. Ciclo (antigo 7º. ano). Concluiu o mestrado em Teologia em Roma e doutorou-se em Paris. Tornou-se Padre Missionário Comboniano, tendo celebrado a 1ª. Missa a 30 - 06 -1991, em S. Martinho de Bougado, Trofa.
Esteve 29 anos em Moçambique e, neste momento, está prestes a terminar o ano sabático, para regressar a Roma e retomar os estudos.
Quis o destino que os seus caminhos se cruzassem e ao fim destes anos houvesse um reencontro destes dois ex-combatentes. Aquele a quem apelidavam de "sacristão", agora era o Padre Alberto que viria a baptizar o neto do Bernardino. 
Aquando da celebração da 1ª. Missa, tiveram presentes cerca de duas mil pessoas no almoço. Extraordinário!
A seu pedido, foi o Bernardino Silva nos sumariou esta história verdadeira, já que aquele era seu subordinado.


Padre Alberto Vieira e Bernardino Silva
 Parabéns Padre Alberto! Continua com a missão para a qual foste escolhlido.

Sem comentários: